(20/08: fiz algumas alterações nos comentários da 36.1, pois eu falava sobre o that da linha 20, e não sobre o da linha 21. 21/08: adicionei um parágrafo para explicar melhor a 36.2.)

Continuo os comentários, agora com relação ao terceiro texto da prova.

According to the author,

A. Ideologies require proper language.

A alternativa está INCORRETA porque o texto não afirma nada nesse sentido – pelo contrário, o texto fala inclusive que a linguagem comum pode dar expressão a ideologias nobres.

B. Common language opposes poetry.

A alternativa está INCORRETA. Na linha 20, o texto contrapõe a linguagem comum à linguagem da diplomacia. Apesar de o verbo estar no singular em “ordinary language or that of diplomacy has a momentum”, isso não quer dizer que “or that of diplomacy” esteja apenas explicando “ordinary language”: os dois sujeitos no singular estão conectados por or, caso no qual a concordância se dá no singular. Apesar dessa contraposição, e do fato de que o texto afirma que a linguagem da diplomacia é frequentemente (mas não sempre!) como a poesia (l.16), isso não é o mesmo que dizer que o autor contrapõe a linguagem comum à poesia.

C. Diplomacy is related to persuasion.

A alternativa está CORRETA, já que o texto afirma que a diplomacia “is the art of convincing others to perceive things your way.”

D. Ideas last less than material things.

A alternativa está INCORRETA, pois o texto afirma que “ideas are […] more enduring”.

E. Language is a demagogical expression.

A alternativa está INCORRETA, pois o texto não afirma nada nesse sentido; o autor apenas menciona que a linguagem comum e a linguagem da diplomacia podem expressar demagogia, mas também podem expressar ideologias nobres, teorias e crenças religiosas.

In relation to the pronouns shown in bold in the text above, judge if the items below are right (C) or wrong (E).

1. The pronoun “that” (l.21) refers to “language” (l.20).

O item está ERRADO. Quando a oração tem dois sujeitos (momentum / inner driving force) conectados por and, o verbo concorda no plural. Entretanto, o verbo após o that está no singular (is), o que indica ou que o that restringe apenas o sentido de inner driving force, ou que o autor entende momentum and inner driving force como uma coisa única (como no exemplo dado pelo Oxford Guide to English Grammar: “bread and butter was all we had”). Qualquer que seja o caso, o that da linha 21 não faz referência a language.

2. The pronoun “theirs” (l.5) refers to “others” (l.4).

O item está ERRADO. O theirs é um possessive pronoun que faz referência a um substantivo no singular ou no plural. Aqui ele faz referência ao substantivo que vem depois do possessive adjective your (a diplomacia é a arte de convencer os outros a entender as coisas da sua maneira, ou ao menos a ter dúvidas sobre a maneira deles).

É importante lembrar que my / your / his / her / our / their são possessive adjectives, o que quer dizer que eles sempre precedem um substantivo, como em your way. Já mine / yours / his / hers / ours / theirs são possessive pronouns, o que quer dizer que eles não só expressam uma ideia de posse, mas também substituem um substantivo que já foi mencionado. Por exemplo, em “this is my key and that is yours”, o pronome possessivo yours quer dizer your key – assim, ele faz referência a key. No texto da prova, o theirs quer dizer their way; assim, a referência é a way. 

3. The pronoun “It” (l.5) refers to “diplomacy” (l.2)

O item está CERTO – assim como o it da l.4 também faz referência a diplomacy, no mesmo esforço de definição do primeiro período.

4. The pronoun “they” (l.13) refers to “Ideas” (l.11).

O item está CERTO. O autor argumenta no período anterior que de forma diferente do que acontece com coisas materiais, as ideias não podem ser destruídas; só outras ideias podem lidar com elas.

Cheers!

Anúncios

Recebi um e-mail de um aluno perguntando por que o verbo está no plural na seguinte frase:

“As is the case currently, a large portion of these are in Africa”

Essa é uma pergunta a respeito de subject-verb agreement. O Oxford Guide to English Grammar define subject-verb agreement como “choosing the correct singular or plural verb after the subject“.

Geralmente, a regra é: sujeito no singular, verbo no singular; sujeito no plural, verbo no plural. Entretanto, há vários casos específicos, como o caso da questão feita.

Quando o sujeito é composto por palavras que indicam porções (percent, fraction, part, majority etc.), é o substantivo – ou o pronome – da of phrase que segue que determina se o verbo deve estar no plural ou no singular. Se o substantivo estiver no singular, o verbo ficará no singular; se o substantivo estiver no plural, o verbo ficará no plural. Veja alguns exemplos, retirados do Grammarbook.com:

Fifty percent of the pie has disappeared.

Fifty percent of the pies have disappeared.

One-third of the city is unemployed.

One-third of the people are unemployed.

Isso já explica por que o verbo em “a large portion of these are in Africa” está no plural: ele está concordando com these, que também está no plural.

Entretanto, é importante notar algumas particularidades com relação a essa regra específica, principalmente no que diz respeito a quantifiersNesse sentido, o Oxford Guide to English Grammar traz algumas regras, as quais eu organizo na tabela que segue:

Expression

Agreement

Examples

One of

Singular

One of these letters is for you.

A number of

The majority of

A lot of

Plural

A large number of letters were received.

The majority of people have complained.

A lot of people have complained.

The number of

Singular

The number of letters we receive is increasing.

Amount of

Singular

A large amount of money was collected.

Amounts of

Plural

Large amounts of money were collected.

(Fractions)

According to the Noun

Three quarters of a potato is water.

Almost half the plants were killed.

Every and each and compounds with

every, some, any and no

 

Singular

Every pupil has to take a test.

Each day was the same as the one before.

Everyone has to take a test.

Someone was waiting at the door.

Nothing ever happens in this place.

Each followed by a plural subject

Plural

The pupils each have to take a test.

All and some with a plural noun

Plural

All the pupils have to take a test.

Some people were waiting at the door.

None of/neither of/either of/any of+ plural noun phrase

Singular or Plural

(Singular is more formal)

None (of the pupils) has/have failed the test.

I don’t know if either (of these batteries) is/are any good.

No

Singular or Plural

No pupil has failed/No pupils have failed the test.

Cheers!

Sources:

Grammarbook.com

Eastwood, John. Oxford Guide To English Grammar. Oxford: Oxford University Press, 2002.