A questão 31.C do CACD 2011 afirmava que “The verbal form ‘should’ (line 13) could be replaced by ‘would’ without effecting a significant change in the meaning of the text.”

A questão fazia referência a um trecho do primeiro texto da prova de inglês, o qual dizia “’I should like to dispose of my fortune to found a prize to be awarded every five years’ to the person who had contributed most effectively to the peace of Europe.”

O que está sendo testado nessa questão é o conhecimento do uso dos verbos modais “should” e “would”.

Os usos dos verbos modais são tantos que um post só não daria conta de discutir a questão. Por isso, uma das dicas mais importantes que pode ser dada a respeito dos modais é não pensar apenas em termos de tradução, já que a tradução por si só não explica o uso, como é o caso com a questão 31.C.

Se pensarmos nos usos do verbo modal “should”, acredito que podemos listar três usos principais.

1. Dar conselhos e fazer recomendações (giving advice and making recommendations)

Mauricio Costa Said people should focus on English and Portuguese for the Pre-Selection Test.

2. Falar sobre responsabilidades (talking about responsibility and duty)

I should start reviewing what I’ve learned.

3. Dizer que algo é provavelmente verdade – ou será em breve (saying something is probably true)

Last year she did pretty well in the exam, so she should ace it this year.

Quanto ao verbo modal “would”, além do uso mais comum como “passado do will” (o que o aproxima do Futuro do Pretérito, em português), há dois usos essenciais:

1. Falar sobre estar ou não disposto a fazer algo (willingness or unwillingness)

I asked her to help me with my English but she wouldn’t.

2. Hábitos no passado, como uma alternativa ao “used to” (mas apenas para verbos de ação, nunca para verbos de estado) (past habits)

When I was a child, I would play on the streets all day. (=used to)

Na questão 31.C, é ainda um outro uso de “would” e “should” que está sendo testado, já que ambos podem ser usados, acompanhados do verb “like”, para fazer pedidos (make requests):

I would like to see him now.

I should like to see him now.

A única diferença entre essas duas estruturas é que a segunda é mais formal e normalmente só utilizada com os pronomes “I” e “we” (veja a unidade 25 no Advanced Grammar in Use). De qualquer forma, essa diferença é apenas no que diz respeito ao “register”, ou seja, ao nível de formalidade, não afetando o sentido da frase, o que quer dizer que a alternativa está correta.

Anúncios

A prova de inglês do CACD, seja no TPS, seja na terceira fase, de fato cobra de seus candidatos um conhecimento avançado da língua inglesa. Para que os candidatos possam preparar-se adequadamente para essa prova, portanto, há uma série de materiais que podem ser usados. Nesse post indicarei apenas livros relacionados a gramática, porém em posts seguintes mencionarei outros tipos de materiais.

Gramática

Ter conhecimento avançado da língua inglesa significa, entre outras coisas, ter a competência gramatical muito bem desenvolvida – e isso é importante tanto no TPS quanto na terceira fase. Isso não quer dizer que o candidato precisa fazer um livro inteiro de exercícios gramaticais, mas sim que ele identifique os pontos com os quais têm tido mais dificuldades – com base, por exemplo, nos simulados que faz –, revise a teoria relacionada  esses tópicos gramaticais e faça exercícios para testar seu entendimento.

Um livro excelente é o English Grammar in Use – Intermediate, do Raymond Murphy. Cada unidade trata de um tópico gramatical e traz uma página só com explicações e exemplos e a página seguinte com exercícios. Outra vantagem desse livro é que ele já vem com as respostas dos exercícios no fim do livro, assim o candidato pode estudar por conta própria. Algumas das unidades que eu frequentemente trabalho com alunos que vão fazer o CACD são:

– Unidades 13 e 14: diferenças entre Simple Past e Present Perfect

– Unidade 74: quando (não) usar o artigo definido “the” (zero article)

– Unidade 97: quando usar os pronomes “that” e “which” (equivalente à oração subordinada adjetiva restritiva / explicativa)

– Unidade 112 – diferença do uso do “although / though” e do “in spite of / despite”

 

Caso o candidato queira rever ou aprender estruturas mais avançadas, uma opção é o Advanced Grammar in Use, do Martin Hewings. O livro tem a mesma estrutura do English Grammar in Use – Intermediate, porém alguns dos tópicos são bem mais avançados. Algumas das unidades que eu com frequência indico aos meus alunos são:

Unidade 75 – Participle clauses with adverbial meaning

Unidades 119 e 120 – Inversions

 

Cheers!